“Meu signo combina com o dele ?”

Publicado em 15 de março de 2007


 

sinastria

” Nós somos totalmente incompatíveis ! Eu sou uma virginiana e ele é um porco idiota !”

Acho que uma das perguntas que mais aparece em fórum de astrologia brasileiro é a seguinte:

    • o signo de câncer combina com capricórnio ?
    • o signo de Leão combina com Escorpião ?
    • o signo de Áries combina com Gêmeos ?
    • o signo de Virgem combina com Libra ?
    • o signo de Touro combina com Sagitário ?
    • etc, etc, etc…

Você leitora pode ter caido nesse artigo pelo google, então deixa eu adiantar que aqui trabalhamos apenas com astrologia séria, tiramos sarro da astrologia new age, kármica, etc, então, aqui vai a resposta que você não vai encontrar tão claro em nenhum outro lugar da Internet:

Você não é um signo !

Nenhum signo “combina” com nenhum outro signo !

Reflita sobre isso por um momento antes de irmos adiante.

As pessoas não são signos !

Por 5 mil anos, os signos tiveram uma função “passiva” na astrologia, eram adjetivos e advérbios que qualificavam os verbos (planetas) e substantivos (casas). Por exemplo, os signos podiam ser cardinais, fixos ou comuns, se o seu significador de casamento estivesse em signos cardinais, a probabilidade é que você tivesse vários casamentos.; se estivesse em signo fixo, que teria apenas um casamento muito longo. Note que o signo apenas qualifica o casamento.

Repentinamente os signos se tornaram o centro de toda a astrologia, a ponto das pessoas acharem que elas são os signos: “eu sou de Leão”, “eu sou libriano”. Como foi que isso aconteceu e por quê ?

A invenção do signo solar

Por muito tempo na história da astrologia, o mais importante fator para se determinar a personalidade e o caráter era o ascendente, e depois a Lua. No final do século 19 para o 20, começaram a surgir “empreendedores” que resolveram vender almanaques com previsões em massa para as massas. Grande Problema: quase ninguém sabe seu ascendente, porque a hora de nascimento em geral não é anotada com precisão. Solução: qualquer idiota sabe que dia nasceu.

Como o Sol demora 30 dias aproximadamente por signo, era muito mais conveniente que os criadores de almanaques e “máquinas de previsão” se concentrassem no Signo solar, ou seja, quando você fala que “eu sou de Libra”, significa apenas que o Sol estava no signo de Libra no dia que você nasceu. Isso simplificava tudo, porque qualquer consumidor poderia consultar uma tabela e descobrir que almanaque/livro/camiseta, levar para casa. Problema resolvido ! E assim foi criado o horóscopo.

O único problema eram as pessoas que nasciam no dia da transição… às vezes a pessoa nascida pela manhã pode ser de touro, e nascida duas horas mais tarde é um geminiano. Sem problema, foi criado o conceito de “nascido na cúspide”. Por toda a história da astrologia, o Sol estava num signo OU no outro. Como as pessoas consultavam tabelas incompletas se gerou esse conceito da “fase de transição”, você seria uma mistura então de touro e gêmeos.

O curioso é que, apesar de hoje em dia ser muito fácil descobrir o verdadeiro signo, graças aos computadores, têm astrólogo moderno que jura por sua tumba que o conceito é verdadeiro e “funciona sim”.

Tudo bem, eu “não sou meu signo” e daí ?

O problema é que um mapa astral é coisa complicada, e não algo a ser decifrado a partir de revistas Capricho ou do orkut. O Sol, mesmo tendo sua importância, não é o único fator a falar sobre a personalidade do indivíduo. Além do mais o seu Sol pode falar muito mais sobre sua carreira do que sobre sua personalidade !

Os signos podem ter relações entre si. Por exemplo, Leão e Áries são dois signos de fogo e têm afinidade, mas Leão e Áries são signos, não são pessoas, que vivem juntos, com contas pra pagar e filhos berrando. As relações entre signos não são minimamente suficientes pra mostrar se duas pessoas vão se dar bem juntas.

É muito pouca informação para se chegar a qualquer tipo de conclusão. A grosso modo, 1/12 da população é de um determinado signo. Se eu falo que seu signo “combina com Áries”, isso vale tanto para o seu namorado quanto para o Brad Pitt, mas adivinhe, você não vai ficar com o BradPitt, mesmo que viaje pra Los Angeles, pule o muro da mansão, fuja dos cachorros e não leve um tiro da Laura Croft.

E, no caso de seu namorado, é também pura coincidência, já que o peixeiro da esquina pode ser de áries e você nunca vai querer namorar com ele por causa disso.

Ou seja, quando falam pra você, “ah, seu signo combina com o do seu namorado”, traduza por “parabéns, você tem a mesma compatibidade com ele que com outro meio bilhão de pessoas”. Mesmo que a pessoa fosse excessivamente promíscua, mesmo para os padrões da Paris Hilton e da Surfistinha, ainda assim é um critério de “homem perfeito” um tanto quanto amplo…

Preconceito astrológico

“Mas na revista disse”, ou “aquele cara no orkut disse que…”, sim eu sei que eles disseram, mas o problema é que tem um monte de gente com 1- um pouquinho de conhecimento e 2- a pretensão de achar que tem muito.

Não há nada mais perigoso que um idiota com um pouco de conhecimento

Nenhum conhecimento não é perigoso. Muito conhecimento também não. O perigo aparece quando temos pessoas com conhecimento insuficiente praticando coisas absurdas e se achando especialistas.

Sabe quantas vezes vemos idiotas se passando por astrólogos que dizem que são consultores de recrutamento, despedindo pessoas pelo único fato de serem de Virgem ou outro signo que, por acaso, não gostam ?

Entre no orkut e procure em comunidades astrológicas quantas perdem tempo com discussões como “não gosto de escorpião”, “todo virginiano é chato”, e “librianos são falsos”. Temos aqui centenas de pessoas discutindo algo, totalmente falso, sem relevância, e apenas alimentando seus auto-preconceitos sobre categorias falsas, já que, como repito, ninguém é um signo.

As pessoas deviam ter um pouco mais de vergonha antes de escreverem coisas como “descobri que meu namorado é de virgem e odeio virginianos, o que faço agora”. Dá vontade de dizer “Rompe com ele, minha filha ! Já imaginou o perigo dele se casar com você, e só depois de uns 30 anos perceber que casou com uma tonta ?”

O Tom, da comunidade skyscript, uma vez contou uma anédota: numa reunião de “astrólogos modernos”, colocaram dois mapas e a pergunta: “com quem desses dois homens você preferia que sua filha saísse pra namorar ?”

Como um dos mapas tinha o “terrível” ascendente em escorpião e o outro tinha o “meigo” ascendente em Libra, a grande maioria apostou no ascendente em Libra, mesmo porque quase tudo nas cartas era muito parecido. O mapa “escorpiônico” era de Charles Chaplin, um tremendo mulherengo e caçador de Lolitas, realmente, nenhum pai iria gostar da filha saindo com um tipo desses.

Só que o mapa com ascendente em Libra era de Adolph Hitler, e todas suas namoradas cometeram suicídio, o que convenhamos, é pior que sair com um ninfeteiro.

Se você gostou desse artigo de astrologia, porque não entra em nossa lista de email? Você recebe novidades e outras coisas mais

Artigos Relacionados

About these ads
Posted in: astrology, Mapa natal