Últimos 5 argumentos contra a astrologia

Posted on 19 de dezembro de 2006

8


Bem, já percorremos a listinha pela metade. Relembrando, eu peguei uma lista de 10 argumentos contra a astrologia, da revista Superinteressante, de muuuito tempo atrás. Na primeira parte discutimos esses argumentos, nao do ponto de vista da astrologia, o que seria a famosa briga de “surdo e mudo” onde ninguem ouve o outro e ninguem tem razao. Ao invés disso, a intençao é discutir os problemas do ponto de vista lógico-argumentativo. Por exemplo o grande problema argumentativo dos primeiros 5 argumentos é uma falácia de nao saber do que se está falando, nao dominar o campo do inimigo, mas usar o que você ACHA que é astrologia como argumento. É um problema de arrogância: “isso é tao vulgar que nao preciso entender para discutir”.  Mas o pior problema é usar esses argumentos como se eles fossem do “inimigo”.

Isso nao é nem de longe um fator inédito na argumentaçao social ou científica. Dizer por exemplo que os anarquistas defendem “a baderna social” é preconceito de quem nunca estudou o anarquismo. Dizer que o marxismo defende o controle total do Estado é coisa de quem leu a orelha do livro de uma outra pessoa que talvez tenha lido Marx. O mesmo vale para quem diz que “Freud só fala sobre sexo, interpreta tudo nos sonhos em funçao do sexo” , nao apenas nao leu como está colocando palavras na boca do pobre Freud. Retomando, o problema retórico é muito antigo.

Se eu sou o político Fulano, a melhor maneira de querer destruir os argumentos  de Sicrano, é nunca discutir-los !  É muito mais fácil atacar a figura de Sicrano (é idiota, é nazista, analfabeto, direitista, esquerdista, etc.) ou ainda inventar argumentos para ele (todos sabemos que a defesa de Sicrano de “mais escola e menos cadeias” é uma maneira dele sucatear as prisoes). Assim quase todos os argumentos eram ficticios, nao existem na astrologia, e tinham apenas a intençao de ridicularizar a posiçao do outro. Veremos que essas táticas continuam.

Argumento 6 -Os signos nao estao onde os astrólogos dizem que estao. Na verdade, onde os astrólogos dizem que está o signo de câncer, por exemplo, está o signo de gêmeos.

Para os iniciantes de astrologia essa argumentaçao pode parecer muito poderosa, mas na verdade nao é. Esse fenômeno vem da diferença entre signo e constelaçao. Um signo nao é uma constelaçao, é uma divisao arbitrária do céu em 12 partes ou signos. As constelaçoes sao padroes de estrelas no céu que os homens, numa certa cultura, viam como uma certa imagem.  O problema aqui é de assumir como óbvio um conhecimento de outra área que o debatedor realmente nao conhece. Novamente “nao sei do que estou falando e nem preciso”.

As constelaçoes e os signos nunca tiveram uma correlaçao de 100%, mas já foram mais próximos um do outro. Esse afastamento muito lento um do outro é chamado de “Precessao dos equinócios”, o que causa as chamadas “eras”. Se você já ouviu falar de “era de Aquário”, agora sabe que esse é um fenômeno da precessao.

Note no entanto que os autores tentam mostrar “oh, como os astrólogos sao estúpidos, sequer sabem um fenômeno tao bobo quanto a precessao”. Nao digo que o nível da maioria que se diz astróloga seja muito bom, mas esse fenômeno é conhecido a mais de 2000 anos, e desde o tetrabiblos de Ptolomeu já se tinha a soluçao desse problema.

E além do mais, se esse é o único problema, a da diferença entre signo e constelaçao, a astrologia védica usa um sistema sideral, mais conectado com as constelaçoes ! Problema resolvido ! Na verdade o argumento nao chega ao coraçao do problema, mas tenta usar algo “vibrante” para parecer que está atacando as bases da astrologia, quando na verdade está discutindo um mero problema técnico.

Argumento 7 -Se o Ascendente é tao importante, como se faz o horóscopo de lugares de latitudes muito altas, onde mais de uma constelaçao da ecliptica está visível ao mesmo tempo ?

Eu me lembro vagamente desse argumento dizer que, em alguma latitude “todos os signos aparecem ao mesmo tempo no céu”, entao prefiro nao discutir o que nao tenho certeza. Mas o problema principal é que o ascendente pode sim, que eu saiba, ser calculado em qualquer latitude. O que pára de funcionar sao os sistemas de criaçao das casas, que colapsa. Seria essa uma prova de que a astrologia nao funciona ?

Se for, entao aqui há uma falta de honestidade científica. Na física existe uma coisa chamada “singularidade” que é o ponto onde as leis físicas deixam de funcionar. Toda disciplina tem seus postulados em condiçoes normais de temperatura e pressao, que nao se espera que funcionem em situaçoes extremas. Porque a astrologia nao pode ter sua zona de “daqui em diante nao sabemos o que acontece”?

Argumento 8 – Se a astrologia é um conhecimento “sério”, como é que existem tantas linhas incompatíveis ? Depois de tantos séculos era de se esperar que houvesse uma confluência.

Aqui temos um sofisma que mostra um grau de ignorância muito grande dos autores, que têm como missao auto-designada de “proteger a ciência”, da própria história do desenvolvimento científico. Nas ciências humanas nao existe uma única onde haja esse processo de confluência. Na psicologia temos diversas escolas, como a freudiana, lacaniana, condutistas, cognitivistas, etc, cada um dentro do seu paradigma. A divisao é mais violenta ainda na Economia, entre micro e macro economistas e ainda mais entre os economistas liberais ou neo-liberais (ampla maioria) e os marxistas e neo-marxistas.

Mas antes que alguem comece a levantar odes de louvor à Física, devemos lembrar de todas as lutas de poder, os roubos de autoria, as falsificaçoes, e todas as vezes que uma idéia original foi rechaçada pela linha principal para ser retomada somente depois de décadas ou séculos. Os autores fariam muito bem em estudar o velho tio Kuhn antes de fazerem afirmaçoes sobre a natureza da Ciência que realmente nao sao verdadeiras.

Isso sem falar que o critério de confluência é muito fraco para determinar a validez de uma prática científica ! Como todo mundo sabe “toda maioria é burra”, ou pelo menos “a verdade nao se descobre por maioria de votos” !

Argumento 9 – Sabe-se que as pessoas concordam com absolutamente tudo que falam sobre elas. Um grupo muito grande de pessoas se identificou, quando pesquisada, com a descricao que foi feita para o mapa de um serial killer.

Esse argumento, apesar de velho, continua sendo requentado como pode ser visto aqui nesse vídeo. Para quem nao sabe ingles, o que o velhinho está fazendo é distribuir uma “análise de personalidade” feita por um astrólogo, e pedindo pras pessoas pontuarem o quanto concordam com o perfil astrológico. No final ele mostra que todas as análises sao iguais, mas as pessoas acharam que era feita “pra elas” mostrando que a astrologia só funciona por crença. 

Para quem sabe inglês, no you tube esse vídeo tem alguns comentários das pessoas que viram. Note um dos problemas da ciência atual… um bando de iniciantes discutindo, com ar de profunda autoridade, a formalidade metodológica de um experimento totalmente falso….

Novamente, uma visao mais epistemológica vai nos desconcentrar tanto da ideologia quanto da metodologia, levando nosso olhar para o reino da argumentaçao. Vamos definir a priori os seguintes métodos de “avaliaçao da personalidade”.

Auto-Avaliaçao por percepçao da própria personalidade. Eu pergunto pra você “como você é ?”

Auto-Avaliaçao por meio de teste de personalidade. A pessoa responde uma série de perguntas do estilo “como você faz tal coisa” e compara com a média das respostas.

Hetero-Avaliaçao. Pergunto pra sua namorada como você é.

Avaliaçao Física. Tentativa de descobrir a personalidade por métodos físicos, além da cogniçao de indivíduos. Por exemplo a frenologia, nosso amigo Lombroso e o “formato de cabeça de criminosos”, a grafologia, análises de galvanometria, etc.

Avaliaçao “Transcedental”. Métodos que nao tem sua justificativa em relaçoes físicas. Por exemplo a astrologia, o tarot, telepatia, etc.

Agora, vejamos a argumentaçao: você concordou que esse perfil feito para você, por um astrólogo, descrevia exatamente sua pessoa. Esse perfil era massivo e falso, e todas as pessoas concordam com ele em algum grau. Portanto a astrologia nao funciona.

Espero que a fragilidade de tal argumento tolo esteja ficando à mostra ! Será que o bom velhinho teria substituido a palavra “astrologia” por “aqui temos o resultado do teste psicológico que vocês fizeram” e, baseado no fato de todos, ao pensarem que o teste foi feito pra elas, concordarem com os resultados, será que teria coragem de dizer “viu ? portanto o teste psicológico nao funciona !”

Qualquer aluno de primeiro semestre de metodologia deveria ver que o experimento é falso e sua pergunta-problema na verdade é “será que as pessoas concordam com avaliaçoes de personalidade, quando se diz que elas foram feitas especialmente para elas ?” O experimento nao tem potencial nenhum de dizer sobre a validade do método de avaliaçao da personalidade empregado (seja um teste, seja a frenologia) a partir desse desenho experimental.

Moral da história para quem leu até aqui… O mundo está cheio de ignorância, e na Era da Internet, qualquer idiota que nunca leu um livro na vida repentinamente quer o status de consultor ou de autoridade. Essas pessoas se consideram o último bastiao da Ciência contra a ignorância, mas aparentemente ignoram os procedimentos mais simples da prática científica honesta ! Ignoram procedimentos metodológicos e epistemológicos corretos, preferindo usar apenas sofismas e pequenos truques de salao !

Que deus nos proteja de nossos protetores !