Revolução solar e mapa natal

Posted on 20 de junho de 2007

8


Mr. Rodolpho´s ao invés de terminar sua faculdade de medicina, propõe a nós, caros leitores, a reflexionar sobre o que considera as polêmicas da Revolução solar. Como o assunto não dá pra discutir em duas linhas, resolvi criar um post pra isso. Se você nunca nem ouviu falar do velho Retorno Solar, então leia primeiro esse artigo introdutório. Onde coloco citações, são do blog do Rodolfo.

Morin não lê a revolução solar como um mapa natal isolado. Na concepção do autor (pelas minhas palavras), ela é como se fosse um parasita do mapa natal, vivendo em função dele.

Acho que aqui vale uma clarificação. Um dos problemas quando eu estudava RS ( e também as eletivas) é que sempre aparecia a maldita frase “nunca se esqueça de comparar com o mapa natal”. Ah, ok, mas o problema é comparar COMO ? Há infinitas maneiras de se comparar duas coisas ! Aspectos entre as duas casas ? A posição nas casas ? Mas aos poucos fui reduzindo a um conjunto de princípios:

O mapa natal é a promessa, o RS permite ou não que essa promessa se concretize.  Se você concluiu, olhando no mapa natal, que a pessoa não vai ter filhos, é incoerente olhar para a RS e dizer “olha, esse ano vejo um monte de filhos”.

Os elementos delineados na carta natal “sobrevivem”: vamos supor que, depois de exaustiva análise, você chega a conclusão de que a pessoa vai ter fama. Vamos dizer que o significador de fama é saturno. Agora você descobre que esse Saturno está na casa 10 da RS, dispositor da fortuna, etc. Mesmo que ele não tenha nenhum signficado de fama na RS, esse significado continua forte na RS.

Outro exemplo é a casa em que o ascendente da RS cai: se o ASC da RS cai na casa 3 natal, por exemplo, temos a possibilidade de dinheiro ou de problemas com irmãos.

Os padrões reemergem: como Morin falava, qualquer coisa que reapareça é suspeita. Eu tenho um Saturno na casa 4 (pai) em oposição à Lua. No ano que estavam em sextil na RS, meu pai morreu. Entenda que ele não morreu por isso… mas o padrão vai chamando nosso olhar pra algumas coisas.

Nesse caso qualquer padrão pode ser um indicador. Planetas em casas, aspectos entre dois planetas, planetas regendo as mesmas casas, planetas trocando de posição, etc.

Pelo que entendo, Morin usava mais o primeiro e o terceiro método. Será que descobrimos a pedra filosofal da interpretação da RS ? Dificilmente, já que Morin, por sua vez, já era um reformista ! Ele simplesmente ignorou outras técnicas astrológicas como a profecção, que sempre foram consideradas como base fundamental da intepretação.

Pelo que entendi, o entendimento de Steve é o oposto de tudo que já escrevi nesse artigo. Para ele, o mapa natal precisa ser confirmado pela Revolução Solar, caso contrário ele dorme, inativado!

Sorry, Rodolfo, mas mesmo lendo seu exemplo não consegui entender direito o que você quer dizer nessa frase. Eu sei que o Steven Birchfield compara tudo com a RS. Por exemplo quando a pessoa entra num dos planetas da sua “idade do homem”, ele faz a RS para saber como vai ser o período. O mesmo quando a pessoa entra numa firdaria nova. O que fazer numa firdaria intermediária não me  é muito claro. Tentei usar as Revoluções Lunares, mas não tive grandes resultados.

 Um colega de astrologia, Yuzuru, teme pela sua Firdaria lunar, já que sua lua natal está em capricórnio na casa 10 oposta a Saturno em Câncer na 4. [A lua na casa 10 regendo a quatro sugere mudanças na carreira que implicam em mudanças de residência. Como ela é almuten da 2, também há gastos financeiros. a angularidade da Lua pode fazer com que ela produza dinheiro e uma mudança de residência, mas prometendo muito mais do que realmente pode dar ao nativo].

Bem, vamos pegar esse exemplo. Minha Lua está na X. Mesmo eu tendo nascido durante o dia, um luminar na 10a é um indicador de fama ou honras, mesmo quando está em estado tão deprimente quanto. Na RS, câncer está no MC, reforçando a importância da lua para isso. Sou professor, e a lua está em gêmeos, na casa 9.

Bem, cá estou procurando emprego, e uma boa oportunidade aparece, mas ainda sem saber se vai se concretizar ou não. Eu ficaria muito mais contente com a Lua em câncer na 9 por exemplo ! Além disso, a Lua angular na natal, e cadente na RS, o que pode indicar que as honras e emprego não serão  duradouros.

A profecção está em escorpião, com o marte da RS em Capricórnio, exaltado… como tenho o MC em capricórnio, novamente o ano indica a obtenção de algumas honras.

Não sei se o Rodolfo estaria interessado em um desafio: olhar o mapa de algumas celebridades e adivinhar a época que elas subiram a fama, através de firdarias ! Pode ser divertido, e além do mais permite uma melhor contribuição nas próximas “mystery chart” 🙂

Anúncios
Posted in: astrology