Chove chuva sem parar 2

Posted on 11 de março de 2008

2


Voltando ao nosso caso de como prever um belo toró, que se você perdeu, está em Chove chuva sem parar, parte 1 !

Relembrando alguns princípios de astrometeorologia: levantamos as cartas astrais de momentos importantes, como o início da estação (ingresso solar) e também da lua nova/cheia imediatamente anterior ao ingresso. Interpretamos essa tendência para o longo da estação.

Como interpretar ? Olhamos para os planetas na casa 4 e para os que estão conjunto aos ângulos. Qualquer desses fatores vai modificar a média do que esperamos. Por favor, não procure quando vai cair neve na Bahia ! Um período “mais chuvoso” durante a seca no sertão pode ser algumas gotas, e em São Paulo em janeiro pode ser o próprio dilúvio.

Os planetas são divididos em:

  • benéficos, que dão tempo moderado – vênus e júpiter
  • maléficos, tempo extremo – marte e saturno
  • úmidos, com tendência a fortes chuvas – lua, vênus, Júpiter
  • secos – sol, marte e saturno
  • ventos – mercúrio

Os ingressos são iguais para todo o planeta, por isso preste atenção nos fatores locais. Olhe os ângulos, as estrelas fixas que afetam o ascendente, assim como as partes arábicas relativas ao clima.

Por exemplo, no caso do ingresso em Capricórnio para Colômbia, vemos que marte é o dispositor da parte das Chuvas (ASC +Vênus -Lua = 3 Aries) num signo de água, câncer, a queda de marte, que faz com que ele se comporte mal, em quadratura com a parte arábica, que também faz quadratura com sol/júpiter/mercúrio e sextil com a lua. Apesar desses planetas estarem cadentes na carta, eles vão ter algo a dizer no requisito chuvas em algum momento durante o período.

Caso não haja planetas perto dos ângulos, ou estrelas fixas, etc, veja o signo do IC, assim como o signo em que está seu regente. Os signos são divididos por seu elemento: fogo (quente e seco), ar (quente e úmido), água (fria e úmida) e terra (fria e seca), também afetando a tendência geral da região. Mas fique avisado que sem planetas nos ângulos a tendência é que não “aconteça nada”, ou seja, que tudo fique como costuma ficar nessa época.

Agora passemos para a segunda parte.

As engrenagens vão rodando

Os mapas na astrologia mundana são “rodas dentro de rodas”, e não coisas independentes: se fosse assim, nossa vida seria uma loucura incessante, com caos político a cada dois minutos, aviões caindo a cada quatro, dinossauros voltando, etc. O que acontece na roda pequena tem que ser permitido pela roda grande.

As rodas grandes já foram discutidas, quais as pequenas ? As que se utilizam normalmente são : os ingressos do sol em cada um dos signos (assim como a carta da lua nova/cheia imediatamente anterior ao ingresso) para o nível mensal, as cartas das fases da lua (nova, cheia e quartis) para refinar a previsão para o nível semanal, e para o nível diário podem ser usadas cartas para o nascer do sol, além de outros métodos, como a ascensão helíaca das estrelas fixas.

Na carta da lua crescente, vemos que o ascendente é Escorpião, conjunto à posição de vênus na lunação do ingresso em capricórnio. Vênus está a 5 graus do IC, em trígono quase perfeito com a Lua. Apesar das duas estarem em signos secos, a combinação das duas adiciona um grande grau de umidade e possibilidade de chuvas para o período, principalmente com a lua exaltada ! Além disso, com a parte das chuvas em 4 de Câncer, conjunto à posição de marte no ingresso, vemos que a lua é a dispositora das chuvas, angular, e exaltada.

lua-crescente-bogota-13-feb-2008.jpg
No dia do toró, 16 de Fevereiro, vênus estava conjunto por um grau de distância, ao IC da lunação. Ela continuará aí por um ou dois dias, e com a lua num signo de água, nesse momento em que escrevo cai outro pé-d´água de inundar tudo. Marte está em 25 de gêmeos, e à medida que for progressivamente se movendo até o grau 28 (até por volta de 1 Março), provavelmente veremos mais tempestades na região do oeste do Brasil até Colômbia/peru.
Há muito mais que se deveria analisar, e não tenho a pretensão de que aqui esteja revelado algum tipo de chave… encare apenas como um exercício em mundana, e tente realizar o seu mesmo. Tente fazer previsões para o mês e a semana, e veja se consegue alguma consistência, e depois passe para a diária.
Anúncios