Review – Sports Astrology e The Horary Textbook

Posted on 21 de março de 2008

0


Alegremente comunico que recebi alguns novos livros, a maioria bem interessante, e achei que valia a pena para quem tem acesso as maravilhas do cartão de crédito e internet ! Todos esses livros estão disponíveis em www.astroamerica.com. Alguns estão disponíveis direto com o editor, ou em outros sites como Amazon.

John Frawley – Sports Astrology e The Horary Textbook

Apesar de algumas ressalvas que eu tenho com o Frawley (por exemplo, o mal uso da palavra “recepção), todas elas desaparecem pela qualidade dos dois livros.

frawley.jpg sports-astrology.jpg horary-textbook.jpg

O primeiro, Sports Astrology é uma pequena fábula onde o aprendiz de feiticeiro vai até a montanha onde mora o grande mestre de astrologia esportiva. Após o aprendiz passar no teste de iniciação (visa ou mastercard ?), o professor se digna a iluminar a cabeça-oca de seu aprendiz com uma pedaço de pau, método muito eficiente mas, infelizmente, hoje proibido na maioria das escolas.

Em primeiro lugar Frawley ensina ao leitor, através do recurso do aprendiz semi-tonto, como ler horárias esportivas. As horárias, como o querido leitor já deve saber, é um tipo especial de pergunta que é respondida pela posição dos planetas no momento de sua formulação. Frawley divide as horárias relativas a esporte em:

  • Partidas: Vamos ganhar (nosso time vai ganhar) essa partida/torneio ?
  • Disputas de título: Perderá o rei sua coroa ?
  • Previsões de longo termo: Como nosso time irá nessa temporada ?
  • Tirando dinheiro do Bookmaker: Vou ganhar com essa aposta ?

A segunda parte do livro trata das diferenças entre julgar cartas do evento do jogo e cartas de horárias. Frawley aqui chega à mesma conclusão que eu cheguei analisando cartas de bolsas de valores: quem diz que se pode usar as mesmas regras da horária para se julgar eventos (no caso, esportivos) precisa urgentemente fazer sua lição de casa ! As regras são muito mais rigorosas e quase “primitivas”.

A terceira parte (já que a quarta se focaliza nas horárias de lucro de apostas) é um interlúdio sobre como ganhar em corridas de cavalo. O apostador compulsivo e o astrólogo tradicional acalmem seus cavalos… Frawley admite que o seu método está muito abaixo do perfeito, e é tão primitivo que aceita até mesmo (ugh !) asteróides. Frawley se desculpa ao leitor admitindo que “estamos em um nível tão baixo de previsão, que é quase querer adivinhar qual gota de chuva cairá primeiro”.

O leitor que cansado das consultas astrológicas, quer ganhar um dinheiro nas corridas de cavalo, deve lembrar-se que as horárias não podem ser perguntadas mecanicamente. Por mais trivial ou “pergunta capricho”, elas devem ter uma motivação genuína. A pessoa que pergunta “vou conseguir um emprego”, e dois minutos pergunta sobre sua vida amorosa e mais um minuto pergunta quando vai chover, só está se enganando. Do mesmo jeito você não pode fazer uma horária por jogo do Corinthians.

E, para quem quer usar as regras de evento para determinar o vitorioso, aviso que as coisas que circulam pela internet estão totalmente erradas, e nesse ponto minha experiência concorda 100% com Frawley. O seu time é representado por marte em áries ? Azar, porque isso não significa nada, o buraco é mais embaixo

Já o Horary Textbook é um livro de receitas de como se fazer horárias. Segue o esquema básico dos livros de horária (perguntas relativas a primeira casa, segunda casa, etc.). Nada novo aqui. O interesse maior é para os leitores do Frawley verem com mais rigor o seu método.

O que realmente se destaca nesse livro é a variedade de conselhos práticos de quem já interpretou alguns milhares de horárias pagas, inclusive para previsões na televisão, e não está acostumado a fugir pela tangente com referências a infância infeliz do cliente. Por exemplo, as regras para objetos perdidos de Frawley reduzem o manancial que Lilly deixou para duas ou três páginas de regras claras.

Alguns capítulos são especialmente interessantes. As regras de Frawley para doença e morte, casamento, “poderei ganhar a vida jogando tarot”, são interpretações pessoais dele que não são encontradas em outros livros. Uma boa compra tanto para iniciantes em horária quanto para pessoas que já tem prática.

Infelizmente, há poucos exemplos, mas os que existem são bem delineados, sem ficar “esticando” as regras, ou tirando coelhos da cartola.

São ótimas compras… se você acha que o dólar está caro, lembre-se que um bom livro de astrologia tradicional (e ainda exemplificada e aplicada) vale por toda uma biblioteca de astrologia moderna, seja jungiana, cármica, “humanista” ou etc.

Artigos Relacionados

Anúncios