Direçoes Primárias

Posted on 24 de agosto de 2008

5


As direções primárias são uma das técnicas mais antigas de previsão. O primeiro registro escrito que temos dela está no Tetrabiblos de Ptolomeu, mas existem outros textos da época, há mais de 2000 anos. A técnica foi muito utilizada pelos árabes e astrólogos medievais, mas depois foi esquecida no período renascentista, sendo substituída pelas direções secundárias, que até hoje estão em moda.

Se você ainda não leu, esse artigo sobre direções pode ser útil.

Prolegomenos

Basicamente é tudo muito simples. Como o bom leitor do blog sabe, para se desenhar a carta astral não basta saber o dia de nascimento, mas também o lugar e a hora, se possível com precisão ao minuto.

Os planetas não mudam de posição muito rapidamente. O mais rápido de todos é a Lua, que se move 13 graus no zodíaco por dia. Em compensação, o Ascendente muda de signo a cada 2 horas aproximadamente. Isso faz com que a posição de todos os planetas, em relação ao horizonte (as famosas “casas”) também seja mais dependente do tempo.

O Ascendente se move um grau no zodiaco a cada 4 minutos aproximadamente. Vamos supor que você calculou um ascendente de 15 de peixes. Se o nascimento ocorreu cinco minutos antes, o verdadeiro ascendente seria 14 de peixes (mais ou menos).

Em geral essa diferença é insignificante, com exceção de quando o signo do ascendente muda. Por exemplo você pensar que seu ascendente é 2 de aries e ser 29 de peixes. Isso vai modificar o regente do ascendente, que de marte passa para Júpiter. Mas daí vamos entrar no problema da Retificação, que não é meu propósito no momento.

Basta saber com isso que as direções primárias são esse movimento simbólico que o céu faz devido à rotação do nosso planeta. Vamos imaginar o sol. Se você nasceu perto das 5 da tarde, ele deve estar na casa 7, perto do seu poente. Algum tempo depois, ele inevitavelmente vai se pôr. A teoria das direções primárias é que há uma relação entre o tempo em minutos que leva para o sol se pôr, e o tempo em anos na sua vida até um acontecimento relevante. Basicamente, a cada quatro minutos de tempo real após o seu nascimento, equivale a um ano de vida.

Observações sobre as direções primárias

Há algum tempo atrás, o Rodolfo escreveu em seu blog sobre Direções Primárias. Sugiro que leia primeiro o post dele pra que eu possa fazer alguns comentários pontuais. Basicamente ele comenta sobre os seguintes pontos:

  • As direções são o sistema absoluto de previsão ?
  • Quais os programas que calculam as direções corretamente ?
  • Qual o modo correto de calcular direções ?
  • A intepretação das direções.

As direções são o sistema absoluto de previsão ?

Não, não são ! Não existe, e pelo que me consta nunca existirá, um sistema único e perfeito que tenha todas as respostas em astrologia. Se existisse, bastaria programar um computador e pronto. Seria a versão divina do Grande Irmão.

Vamos usar a metáfora do tribunal. Hoje em dia ninguém gosta de fazer trabalho sério, menos ainda os advogados, mas vamos supor que tanto advogados quanto astrólogos gostassem de trabalho ! Você não entraria num tribunal e diria que o acusado é culpado porque ele foi visto saindo do cinema com a vítima ! Esse é um testemunho, e por mais que ele seja importante, ele nunca deve ser usado sem ver a lógica, as circunstâncias atenuantes e a presença de outros testemunhos em favor e contra !

Por exemplo, no julgamento existe a figura do alibi, que se traduz na lógica como “você não pode cometer o crime se estiver em outro lugar, a não ser que seja o gato de Schrondinger” (e que seja um pouco nerd para poder entender a piada).

Em astrologia, não importa quantos indícios de gravidez possam existir, se a mulher fez uma histerectomia, nem o espírito santo ajuda.

Ou seja, o que vemos no mapa são as promessas, que podem se concretizar ou não, dependendo do tempo de vida da pessoa. Depois temos os testemunhos que os planetas dão, de possível concretização das promessas. E por último temos o julgamento, que é a decisão do astrólogo, que age como juiz, pesando cada testemunho contra os outros.

Da mesma maneira, uma direção primária deve ser julgada em contraposição com outras técnicas, como as firdaria, a profecção e o Retorno Solar.

Quais os programas que calculam as direções corretamente?

A Agnes me escreveu recentemente ” Oi Yuzuru , li as lições “Rewiew- Primary Directions” e “Pedindo Direções em Astrologia” ; é …… vc tem razão , tá maus 😉 no Solar Fire , fui em Primary Mundane e gritei : ‘eureka!’, ‘caramuru!’, ‘ descobri a pólvora’ ! acho q a maioria das pessoas faz isso e , como eu, pensa q são as Primárias , e dadas assim de mão beijada ! ai, ai … então, o negócio é pior do eu imaginava pois me pareceu q a Tradicional, Medieval, enfim, a Antiga trabalha mais com essas Direções , inacessíveis ao comum dos ‘mortaes'”

E o Rodolfo escreveu: “Em seguida, eu as comparei com a lista gerada pelo Solar Fire, calculada com os mesmos parâmetros de análise (proporção ptolomaica e in mundo) e, para meu espanto, ambas eram idênticas…”

Em primeiro lugar, o que eu coloco aqui não deve ser tomado como verdade definitiva. Mas como não vale a pena aprender a fazer a conta na mão, existe algum programa que calcula a maldita direção ?

Em primeiro lugar, existe o programa do Ed Ferris. O programa é gratuito e lista direções de acordo com o Livro de Ruman Kolev. Eu testei as direções mundanas e estão razoavelmente corretas (diferenças de uma semana em geral). Eu ainda não tenho certeza se as direções zodiacais concordam com as do Steven Birchfield, Bonatti e Zoller.

O Solar Fire, tanto quanto me consta, não faz direções primárias. Segundo o livro do Kolev, ele faz direções simbólicas, convertendo as posições dos planetas para RA (ascensão reta) e depois progredindo todos eles a mesma velocidade, e convertendo novamente para a longitude no zodíaco. A não ser que o Solar Fire tenha mudado o esquema, essas realmente não são direções primárias !

O Rodolfo disse que suas direções deram igualzinho a do Placidus. Eu suspeito que isso se deve ao fato de que, como bom brasileiro, Rodolfo deve ter nascido perto do Equador. Quanto mais se aumenta a latitude de nascimento, mais aumenta a diferença entre as direções primárias e as simbólicas. Para quem nasceu na Bahia, como eu, até mesmo as direções por Arco Solar dão quase na mesma !

Além do mais, as direções entre dois planetas, in mundo, praticamente não tem diferença com o horário de nascimento, então mesmo um erro de cálculo. Então, brazucas, a dica é não sejam virginianos com isso !

Quanto ao Janus, eu ainda tenho minhas dúvidas. O Dr. H. me garante que o Janus calcula as direções zodiacais, placidianas, sobre o polo do significador. No entanto tenho minhas dúvidas. Por exemplo, sequer consigo reproduzir as direções que ele coloca no seu livro !

Como o artigo vai ficando grande, as duas outras partes, sobre cálculo e interpretação, ficam para uma segunda parte.

Artigos Relacionados