Tiroteio em helsinsky

Posted on 30 de setembro de 2008

0


Uma técnica que sempre divulgo para se verificar os desastres é observar certos trânsitos que afetam o mapa de um eclipse recente. Por exemplo em Bang-bang nas Universidades eu discuti o tiroteio na Universidade de Illinois. Em a Astrologia da Violência falamos sobre alguns episódios de violência  violentos ocorridos no Brasil e que foram particularmente marcantes, como os bandidos que queimaram vivas os passageiros de um ônibus.

Como eu disse em Eclipse 7 Setembro de 2008, o difícil é selecionar o excesso de trânsitos que temos. Afinal, podemos dizer que “marte ativou o ascendente”, sim, mas marte, em qualquer grau do zodíaco que estiver, sempre vai estar ativando o ascendente do eclipse em alguma região do mundo.

Ou seja o desafio não é mostrar que houve uma ativação, porque em geral sempre há, mas mostrar porque ativou em tal localidade e em tal momento, ao invés de inúmeras outras datas e possibilidades.

Tiroteio na Finlândia

A finlândia, apesar de ter um número alto de armas por habitante, não é uma terra-de-ninguém como os Estados Unidos e Brasil. O número de assassinatos é menor que 100 por ano, e menos de 15% deles é com arma de fogo. No entanto, um ano atrás, em novembro, outro idiota, querendo imitar os americanos, já tinha cometido o assassinato múltiplo de 8 pessoas em outra escola.

Como todo imbecil narcisista de hoje em dia, Matti Juhani Saari, 22, gravou seu “manifesto” de pessoa desocupada no you tube. Ele matou 9 estudantes e um professor e ainda carbonizou os corpos e deu um tiro na cabeça, o que é uma pena, pois outros idiotas sempre acham isso “romântico”. O tiroteio aconteceu no dia 23 de setembro 2008, as 11 da manhã.

(Nota: levei um monte de tempo para escrever esse artigo porque tive que confirmar as datas em um monte de fontes… os incompetentes da Folha dão as seguintes datas para o tiroteio: dia 22, 23 e 25 !).

Enquanto o país chora seus mortos, outros idiotas acham engraçado espalhar boatos de novos ataques pelo SMS.

O eclipse em Helsinsky

A carta do eclipse para Helsinsky está abaixo:

Pontos interessantes:

  1. O eclipse ocorreu perto do MC da localidade.
  2. O ponto do eclipse está conjunto por antiscia ao Vertex da localidade. Eu não costumo usar o Vertex, mas Dr. H. diz que vale a pena ser observado, então estou mantendo a mente aberta.
  3. O Ascendente está perto de Arcturus (fama e honras, mas também quedas) e Spica, a estrela mais afortunada do céu, significando proteção. Que dizer ? Aparentemente Spica não funcionou.
  4. A parte arábica da violência (ASC + Mercúrio – Espírito) está em 12Leo25, em conjunção ao mercúrio da carta do eclipse. Mercúrio rege a casa 12 dos inimigos secretos.

Ativação por trânsitos

No dia do tiroteio, tanto mercúrio (novamente), quanto marte (frequentemente ativa os episódios violentos em uma carta de eclipse) estavam passando pelo grau 23 de Libra. Ou seja, estavam em conjunção com o ascendente (à esquerda) do mapa do eclipse (acima).

Além da conjunção, o efeito que parece ter disparado o evento nessa específica localidade, nesse dia, foi o fato de que mercúrio estava entrando em retrogradação nesse dia.

Um planeta fica retrógrado quando, a partir da Terra, aparenta estar andando para trás no céu. Mas antes disso ele precisa desacelerar até estar aparentemente parado no céu, a sua “estação”. O dia em que ocorre a estação de um planeta é considerado como tendo muita energia acumulada.

O terceiro fator digno de nota é que o sol tinha entrado no signo de Libra nesse dia. Os trânsitos do sol também devem ser acompanhados numa carta de eclipse. O sol mudando de signo pode ter sido mais um elemento adicionando energia destrutiva na sopa, assim como vênus, que ia mudar de signo no dia seguinte, e portanto estava na zona de “instabilidade”, que é o último grau de cada signo.

Conclusões

Olhando uma carta de eclipse é possível listar uma série de datas possíveis de episódios de violência e comoção social. Felizmente, há muitos mais trânsitos do que episódios de violência, então a maioria dos trânsitos vai passar sem acontecimentos. No entanto, isso dificulta o uso da técnica com finalidades de previsão.

Os fatores que aparentam ser os mais importantes para se poder realizar uma previsão são: que os elementos do eclipse (grau do eclipse, planetas que regem cartas malignas, etc): estejam conjuntos a ângulos e partes arábicas, que são os elementos mais efêmeros da carta. Lembre-se que o eclipse acontece ao mesmo tempo no mundo todo, então precisamos de elementos efêmeros, que liguem os elementos do eclipse a uma localidade.

Depois disso, acompanhar os trânsitos de marte para os ângulos, antiscia dos ângulos, e também ao grau do eclipse. Acompanhar também os trânsitos do sol, e verificar se vários planetas estão ativados no dia do trânsito, seja por estações ou mudanças de signo.

Ou seja, é uma tarefa quase impossível de se fazer para o mundo todo. O jeito é cada astrólogo olhar apenas sua localidade e procurar por sinais de alerta para os próximos meses.

Artigos Relacionados

  1. Mercurio Retrogrado
  2. E o buraco (em Sao Paulo) era mais embaixo
  3. Sobre Guerras e Conflitos
  4. Adianta prever o que já aconteceu ?
Posted in: astrology