Breves notas sobre as direçoes primarias

Posted on 23 de junho de 2009

13


der_recke_am_scheideweg

Viktor Michailowitsch Wasnezow “The warrior at the crossroads”

Se você não sabe o que são direções primárias, procure nossos artigos sobre Direções no blog. Nesse artigo faço pequenos comentários sobre as direções, e os mitos e erros que surgiram em torno delas.

1 – Primárias sao muito, muito, muito difíceis.

Não, não são. O que falta é didatismo. O didatismo vem da falta de claridade, que por sua vez vem da parte dos “especialistas” não dominarem muito o assunto, então terem um monte de vácuos no conhecimento que faz com que seja mais seguro “nublar” o tema, do que discutir ele claramente.

Além disso dois fatores influem. O primeiro é que, depois de Placidus cada um quer inventar o seu próprio sistema, e adicionar uma complicação. O segundo fator é que a maioria dos astrólogos não tem a menor idéia de como funciona o movimento dos céus, porque o povo dificilmente tira os olhos do computador, e os céus são cada vez mais encobertos.

2 – As primárias sao o melhor sistema de previsao em astrologia

Podem até ser, o que não significa que você precisa delas. Há vários outros sistemas, como timelords, profecçoes, firdaria, etc. Diferencie o marketing de quem quer vender cursos e livros do conteúdo verdadeiro. Os hindus não usam direções primárias e sabem prever muito bem.

Outra coisa, para nós pobres mortais que moramos na região tropical, a diferença entre usar uma direção primária e uma de arco-solar pode ser ínfima!

3 – as primárias acertam o dia exato dos acontecimentos

mentira deslavada de quem quer se colocar como “otoridade”. Todas as nossas fontes apontam que as primárias 1 – apontam o “sabor” de grandes períodos de tempo, assim como as firdaria e outros timelords; e 2 – quando elas apontam para eventos, elas marcam um período largo, como 1 ano. Morin mesmo dizia que só se devia considerar as primárias dentro da promessa de um retorno solar.

4 – as verdadeiras primárias eram de Ptolomeu

mais ou menos. O que acontece é que o sistema grego antes de Ptolomeu era muito “simbólico”, e do ponto de vista matemático, primitivo. A astrologia de ptolomeu é capenga na maioria dos pontos, mas a matemática dele era a mais sofisticada do tempo.

Mesmo assim, o modelo de ptolomeu ainda era um pouco “nas coxas” e só foi realmente aprimorado com os árabes, que realmente inventaram a trigonometria esférica. Foi por isso que os árabes viraram os grandes navegadores da sua época. Magalhães, Vasco da Gama, todos contratavam a navegadores árabes, que eram os únicos que realmente podiam guiar-se em mar aberto.

Para se ter uma idéia, basta lembrar que na época dos gregos não havia o zero. Difícil fazer cálculos sem esse numerozinho mágico.+

5 – As verdadeiras direçoes de Ptolomeu são as direções de Placido in mundo

Mentira óbvia que Placido inventou para validar seu próprio sistema. Desculpe, mas é assim.

Para quem pegou o bonde andando, há dois tipos de direção, in zodiaco e in mundo. A primeira dirige os pontos no zodiaco, a segunda dirige a real posição dos planetas na esfera celeste.

Basta ler ptolomeu para ver que ele dirigia os pontos do zodíaco, e ele sequer tinha a matemática para dirigir a posição dos planetas in mundo. Também ele não escreveu nada que dê a entender que ele estava “quebrando um galho”, mas que o método correto seria outro.

Os árabes e os medievais também dirigiam em zodíaco. Basta ver que os pontos a dirigir (com exceçao da Lua) estao todos na eclípitica: Sol, parte da fortuna, ascendente, SAN e Lua.

6 – Cada sistema de casas determina as direçoes. Assim podemos achar o sistema de casas “correto”

Quando se usa direções in mundo, realmente o sistema de casas determina os aspectos, já que não há um maneira lógica de dizer quando dois planetas estão em quadratura ou oposição. Isso não é um impedimento para as direções in zodiaco.

Então cuidado com o povo que diz que Placidus é o “verdadeiro” sistema de casas, porque é o único com que se pode fazer direçoes primárias. É uma mentira dentro de um erro dentro de um exagero. As primárias não precisam ser feitas em mundo, não precisam ser feitas com o sistema placidus, e placidus criou seu sistema num entendimento errado de Ptolomeu.

7 – Se as primárias in mundo nao eram usadas, e as zodiacais com latitude

Na minha opiniao é pior ainda, porque é uma quimera juntando dois bichos diferentes

8 – Com as primárias podemos retificar a data de nascimento até os segundos

Tem um monte de astrólogo moderno que adora esse conceito. Bem, deixemos eles brincarem o quanto quiserem, mas na tradiçao os indicadores astrológicos sao analisados em escalas… do grande nível, das grandes épocas da vida, até o cotidiano. Entao o sistema que sempre foi usado na astrologia tradicional, ia “descendo pelas escalas”, por exemplo, primárias, firdaria, profecções, revoluçoes solares, até chegar aos trânsitos, coitadinhos, para tentar localizar o evento.

Do mesmo jeito que não era usado para dizer a data até o dia, as primárias não podem corrigir a data de nascimento abaixo de um certo nível de precisão.

Claro que tem um monte de gente que jura de pés juntos que eles acertam até a cor das meias que você vai usar em agosto de 2015. Mas eles nunca fazem previsões públicas, preferindo contar histórias de seus inumeráveis sucessos e milhões de clientes satisfeitos. Como conheço bem o tipo que conta essas histórias, prefiro então enxergar meu ceticismo como natural e saudável.

9 – “Eu uso direçoes conversas e elas funcionam tao bem quanto as diretas”.

Nao existem direções conversas, ou seja, contra o sentido do tempo. Por muito tempo se acreditou que sim, mas a investigação de fontes tradicionais mostra que mesmo na renascença não existia esse conceito. Foi um erro dos autores do século 19.

10 – é muito dificil representar as primárias no computador

Mentira. Isso vem do mito 1, de que elas são horrivelmente esotéricas e difíceis, combinados com o problema do povo que quer usar primárias in mundo. As primárias são razoavelmente simples, são na verdade muito parecidas com as direções de arco solar, com as quais os astrólogos estão mais acostumados.

O arco solar é um processo totalmente simbólico. Digamos que você tenha a lua em 10 de Capricórnio. Você vai andar com a sua lua um grau por ano (um pouco menos, mas sejamos claros) entao depois de 20 anos sua lua vai “mudar” para aquário. A idéia é que todos os planetas são dirigidos na mesma velocidade que o movimento simbólico do sol.

As primárias são muito parecidas na sua representação, o que muda é o conceito. Imagine que sua lua em 10 de capricórnio esteja parada exatamente no meio do céu. Agora, ela está parada, e o zodíaco atrás dela continua  a se mexer. Então, depois de um tempo o signo de aquário vai chegar até a sua Lua que ficou “parada”, enquanto o zodíaco se “movia”.

Assim, na prática, as primárias se movem na mesma direção que as de arco-solar. Tem várias “otoridades” que disseram que as primárias se moviam contrárias ao zodíaco, mas isso não é verdade.

Entao, você pode imaginar sua lua se movendo de capricórnio a aquário, depois a peixes. Só nao se esqueça que na verdade é o zodíaco que está se movendo, e sua lua está paradinha.

11 – Diferenças entre arco solar e primárias

Eu pessoalmente considero o arco solar como direções simbólicas usando a chave de Naibod (o movimento de 0d59m como um ano de vida). Toda a explicação do movimento do sol me parece mais é papo. Deixando isso de lado, para os pobres mortais que vivem na região entre os trópicos de câncer e capricórnio, principalmente os que nasceram nas latitudes mais baixas, a diferença entre uma direção simbólica e uma primária vai ser beeeeeem pequena.

Já para quem nasceu em grandes latitudes, uma distancia simbólica de 30 graus, pode se tornar 10, 45, ou 50 anos em primárias.

12 -Nenhum software calcula primárias, por isso você deve comprar meu curso

Solar Fire calcula uma coisa totalmente diferente.

Janus aparentemente calcula bem (basta voce programar para primárias em zodiaco, sem latitude), MAS ele inverte quem é significador e quem é promissor, e fica tudo muito confuso, e como se nao bastasse, alguns pontos simplesmente desaparecem no meio…. uma zona.

Por enquanto eu voto no programa Morinus, que além de tudo é gratuito, e vem com o aval com algumas das melhores autoridades do gênero, como Martin Hermes e Steven Birchfield.

Artigos Relacionados