Maus conselhos em astrologia eletiva

Posted on 13 de outubro de 2009

11


[picapp src=”0286/bbb36d1e-7fc9-476e-85c8-ba7138bfdcea.jpg?adImageId=5409214&imageId=289515″ width=”500″ height=”353″ /]

Cuidado que está cheio de mau conselho por aí, disfarcado de “sabedoria astrológica”.

Ainda em férias, queria fazer um simples post sobre alguns péssimos conselhos em astrologia eletiva que eu vejo por aí. Sao coisas que nao apenas nao funcionam, mas nao tem nem lógica e nem praticidade, e geralmente mostram apenas que o “conselheiro” nunca usou seus próprios conselhos na prática.

Leia os problemas abaixo e note que a raiz dos problemas é simplesmente nao saber colocar os diversos fatores desejáveis em prioridade, confundindo o que é “desejável” com o que é “necessário”.

1 -“Para iniciar algo, sempre use a fase crescente da lua”.

Acho que esse é o conselho mais repetido na astrologia eletiva. Voce quer iniciar algo, lua crescente. Quer “expulsar” algo, use a fase minguante.

Ora, com excecao de dietas e eletivas para parar de fumar, a grande maioria das nossas eletivas é para início. Quer dizer que de uma única cachetada voce tirou metade de todos os dias do ano!

Em cada mes lunar de 29 dias, voce tirou uns 15. Se tirarmos também os dias em que a lua está em oposicao ou quadratura ao sol, tire mais uns 3-4 dias. No total, voce terá uns 12 dias por mes para fazer qualquer eletiva.

Na prática o que fazer:  voce nao comecará por esse brilhante conselho. Apenas tente evitar a parte depois do último sextil entre sol e lua, minguante, porque dai a lua além de tudo terá muito pouca luz. A simbologia da lua de “estar no final do ciclo” comeca a ficar muito forte. Mas de resto, nao é o procedimento correto iniciar por algo que é tao limitante!

2- Se voce vai iniciar um projeto durante o dia, coloque o sol e a lua em signos masculinos.

Se a memória nao me falha, esse era um conselho do astrólogo renascentista Morin. Também nao faz sentido.

90% de todas as eletivas acontecem durante o dia. Por mais que seu novo chefe goste de voce, nao é provável que ele deixe que voce assuma seu posto as 9 da noite. Ou que voce possa abrir sua padaria as duas da madrugada. Entao vamos analisar apenas a hipótese diurna, mas Morin também dizia que se o seu projeto comecasse durante a noite, que voce colocasse o sol e a lua em signos femininos.

Ora, o sol e a lua ficam em signos masculinos pela metade do tempo. Os dois juntos só ficam em signos masculinos um quarto do tempo! Novamente, de uma única machadada, se foi dois tercos do ano, junto com todas as possíveis configuracoes maravilhosas que poderia haver.

O sol principalmente é chato, já que ele demora um mes para mudar de signo.

O erro, novamente, é colocar um fator que deveria ser secundário, como sendo o principal. “olha, se possível, tenta colocar o sol e a lua em signos masculinos”. E em 90% das vezes a resposta será “nao dá”.

Na prática o que fazer: sugiro ignorar totalmente essa regra. Sequer faz sentido, porque a lua tem sua afinidade com signos femininos.

3- Coloque o Maléfico diurno ou noturno em signos cadentes.

Essa regra é ainda menos conhecida, só usada pela safra de “novos helenisticos” que está surgindo com grande estrondo, mas que parece ter muito pouco cuidado com a consistencia.

Para entender… na astrologia há os maléficos essenciais (marte e saturno),  que ficariam ainda mais perigosos dependendo de ser dia e noite. Marte, segundo os novos helenistas, estaria particularmente perigoso durante o dia, e saturno durante a noite.

Como foi dito acima, 90% de nossas eletivas serao durante  o dia, marte será sempre o maléfico a ser evitado. Entao sempre colocaremos marte em casas cadentes.

Novamente, grande erro…. a história de marte ser o “Grande maléfico” em cartas diurnas é um modismo do qual nao vi nenhuma confirmacao em cartas horárias e natais. Uma simples busca em cartas horárias confirma que um marte em cancer é muito mais perigoso do que marte diurno, e esse fato chega a ser totalmente desprezado por alguns defensores, como a tradutora de Paulus, Dorian Greembaun.

Mas o erro em eletiva nao vem disso…. vamos supor que marte realmente seja o fator essencial para se evitar numa carta diurna. Quando voce faz isso (e considerando que os novos helenistas usam signos inteiros) de uma machadada voce tirou 10 dos 12 possíveis signos para o ascendente!

Por exemplo, marte está atualmente em cancer. Para eu colocar marte numa casa cadente, eu tenho necessariamente que colocar no ascendente o signo de escorpiao (e marte ficaria na casa 9) ou o signo de sagitario ( para ele ficar na casa 6). Fora isso, ou ele ficaria nao-cadente, ou já seria noite.

Reduzir de 12 signos para 2 em apenas uma machadada, por um único fator, para mim representa que esse fator é EXTRAORDINARIAMENTE importante. E eu realmente nao creio que só pelo fato de marte ser diurno garanta esse poder todo.

Um adendo é que alguns dos novos helenistas também insistem em colocar a parte da fortuna num angulo. Ora, a única maneira de fazer isso é ter o sol e a lua formando aspectos de quadratura ou oposicao, e como já mencionamos antes, um dos primeiros principios da eletiva é justamente tentar evitar isso!

Na prática, o que fazer: ignore, a nao ser que marte esteja em estado realmente horrível, como agora que ele está em cancer, e ele está afligindo um luminar, sol ou lua, e voce nao pode esperar mais alguns dias. Mas na prática, os contatos dos luminares com marte e saturno devem ser evitados, seja a carta diurna ou noturna.

Coloque todos os regentes em bom estado

Leitores apressados de Ramesey gostam de dar conselhos do tipo “coloque os regentes em dignidades”. Uau, ótimo conselho…. o único problema é que eles também aconselham uma série de regentes para cada coisa. Por exemplo, para um casamento, vamos usar o regente da 1 para o noivo, da 7 para a noiva, da 5 para o amor e filhos, da 4 para a nova casa, da 10 para o “sucesso” do casamento, a 6 para Totó, a 2 para o “dinheiro do casamento”, a 3 para que tenham “uma boa comunicacao”, etc, etc.

Leitores menos apressados sabem que esse tipo de situacao nao acontece nunca. Quando voce tem dois planetas em bom estado e unidos por um trígono, voce geralmente já cai de joelhos orando gracas.

Outro conselho terrível derivado dos leitores mais apressados é a crenca de que, se um casal casar num mal momento, duas pessoas jovens e cheias de fertilidade, repentinamente nao poderao ter filhos porque “o regente da casa 5 está em mal estado” o que viola o princípio da realidade.

Na prática o que fazer: Evite as pseudo-minúncias… por exemplo numa carta eletiva de viagem dizer que “A casa 2 é o dinheiro da viagem” está a beirar o desvario. Se voce casar com marte na casa 6, isso nao vai matar ao Totó. Totó nao aparece na sua carta de casamento, e nao temos motivo para colocá-lo lá.

Um exemplo real foi da pessoa que queria vender uma casa rapidamente, e eu sugeri um dia em que a lua estava se movimentando rapidamente, num signo cardinal. Isso porque o homem estava totalmente paralizado preocupado se o regente do dinheiro dos compradores ia afligir ou nao o dinheiro da sua sogra, e ver se o corretor de imóveis ia bem com seu cachorro…

Conselho principal em astrologia eletiva – lembre-se que sua missao NAO é “escolher o melhor momento”. Sua missao é tentar evitar os desastres e a partir dai qualquer coisa é lucro.