Profecção e Direções da Profecção

Posted on 8 de maio de 2010

22


O leitor Astrochato (ele que escolheu o nome, não eu!) me escreveu nos comentários do post sobre disposição e recepção:

yuzuru, help! tava brincando com as revoluções solares e me deparei com um problema. de acordo com o lilly devo pegar o grau do meu ascendente, 21° de touro, contar na ordem dos signos até o vigésimo terceiro (tenho vinte e dois anos), e então marcar o 21° grau desse signo como ascendente do mapa da revolução. o restante do mapa fica onde está quando o sol volta pro mesmo grau da minha natividade. ou seja, ele quer que eu use as casas nos mesmos graus da natividade, trocando só os signos. o que vc acha? anyway, o ascendente da minha revolução solar pro 23° ano, com sol a exatos 10° e 01′, se deu em 23° de virgem. considero 21° ou 23°? eu sei que vc vai me dizer pra eu ir com calma com as revoluçoes, mas esse ano é meio importante, sendo que no segundo semestre pode ser que eu repita outro semestre no meu curso (medicina) que já é muito longo, e dependo, por um milagre, de conseguir uma disciplina de verao específica em outra universidade, e pedir inclusão na minha. é uma disciplina pouco ofertada durante as férias, e essa rs pode ser uma luz pra eu me tranquilizar, ou mesmo ir me conformando com mais um semestre nessa universidade. sem contar a volta da minha mãe pra áfrica, daqui pouco mais de um mês, fora que saturno tá pertinho do ascendente, na 1 e retrógrado, oposto a parte da fortuna, e regendo a 6, e júpiter natal que tá na 12, na rs tá na 6, e marte na rs rege a oito da rs, e faz quadrado a júpiter natal. o ponto é, tô com medo de adoecer, entende? afinal, uso os mesmo graus, ou não?de acordo com o lilly o ascendente fica a 21 de aquario, no mapa normal da hora da revolução fica em 23 de virgem. todos os planetas da RS que eu citei são referentes a RS com asc em virgem 23. é que eu tinha prova de patologia, e escrevi correndo pq tava atrasado. rs.
abço.

Bem, como diria jack o estripador, vamos por partes:

Idéias muito muito tontas sobre profecção

Tem um picareta falando que a “chave secreta da profecção” de William Lilly se encontra no Tarot. Picaretagem pura. De uma maneira ou de outra, astrologia tradicional está começando a entrar “na moda” por causa de seus nomes estranhos e “exóticos”. É claro que isso abre a porta para picaretas brasileiros inventarem bobagem, sem se dar ao trabalho de pesquisar.

Depois aparece as astroperuas falando que “fulano é um excelente astrólogo”. Não, não é. Se fosse, não estaria inventando bobagem que não sabe. O primeiro critério para se conseguir conhecimento é humildade, mas não a falsa humildade dos tolos e dos preguiçosos, mas a humildade dos que vão realmente à fonte e estudam, não inventando coisas sem o menor cabimento.

Como diz uma figurinha carimbada de uma comunidade de bolsa de valores: “o povo tem mais preguiça do que vontade de ganhar dinheiro”. Se isso é para quem está investindo seu dinheiro, imagina para astrologia!

O segundo critério para conseguir o conhecimento é saber diferenciar o joio do trigo. Se a pessoa não sabe ver que vincular profecção e tarot através de uma “chave secreta”, e atribuir a um autor morto, sem nenhuma citação, é um indício da mais picaretagem, vá para outro lugar, please, não leia esse blog, e muito menos comente. Existe diferença de opinião e existe preguiça e incompetência.

Idéias não tontas sobre profecção (mas que mesmo assim não funcionam)

Robert Zoller difundiu entre seus alunos a idéia de que a profecção era feita por casas.

Exemplo, se fulano tem o ascendente em 15 Aries , e a casa9 em 5 Virgem, a profecção iria para a casa 9, 5 de Virgem, e não para leão, o nono signo.

Isso está incorreto. Nunca encontrei nenhuma citação que dissesse isso na astrologia tradicional. A profecção sempre se fez por signo. Num ano 9, sua profecção vai para o 9 signo, não importando onde está sua casa 9.

Outra idéia de Zoller (e essa está em algumas fontes da tradição, como Agrippa) é que você pode profectar casas. Por exemplo, profectar a casa 2 para saber sobre dinheiro. Isso na minha opinião e experiência, ou não funciona, ou funciona muito pouco a ponto de ser irrelevante em relação a outros fatores. Eu gostaria de explicar os motivos filosóficos disso, mas acabaria tomando o post inteiro.

A terceira idéia do zoller, muito difundida, é que a profecção vai mudando a ordem das casas: por exemplo, você tem marte na casa 11. No ano 2, a casa 2 natal viraria ascendente, e portanto a casa 11 viraria 10. Novamente, se isso funciona, eu nunca achei evidencia.

Outra idéia falsa, derivada desses ensinamentos, é que um ano 8 estará ligado à morte, por exemplo. Isso é falso. Voce não terá uma experiência de morte todo ano 8, nem elas serão concentradas apenas nos seus anos 8. Os anos 8, PODEM ser negativos, como explicaremos abaixo, mas a essência da profecção não é essa.

Na época de Lilly, vários conhecimentos já estavam em decadência, a profecção sendo um deles. Acho que foi Lilly que sugeriu que se o ascendente profectado estivesse na metade de touro, metade do ano seria regido por venus e a outra metade por mercúrio. Isso também está errado.

Como se faz a profecção

A profecção como já mencionado anteriormente nesse blog (veja os links no final do artigo), se faz através da progressão de um signo (e não dos graus – veremos isso mais adiante), velocidade de um signo por ano.

Não se faz a profecção apenas do ascendente, mas dos pontos hygelicos, do mesmo modo que nas direções primárias. Nao se profecta as casas.

A profecção se compara com o mapa natal (e suas promessas) e com a revolução solar. O motivo que astrólogos modernos não sabem interpretar o mapa do retorno solar (a não ser depois que o ano passou) é que a técnica do retorno solar existe desde os gregos, e foi criada justamente para comparar com outras técnicas como profeccoes, firdaria e direções primárias! Ficar olhando o mapa com técnicas modernas é pura perda de tempo, já que o retorno solar é uma técnica tradicional. É como usar uma bússola para tentar medir a temperatura.

O importante não é a casa para onde vai a profecção. A profecção num ano 8, nao faz com que a profecção seja maligna. O importante é encontrar o senhor da profecção.

O senhor da profecção é encontrado através de experiência e regras (não existe método mecânico em astrologia verdadeira). Basicamente se procura um planeta que esteja nesse signo natalmente. Depois um no retorno solar. Depois o regente natal. Em cada caso deve ser considerado coisas como dignidades acidentais e essenciais, aversão, etc.

O tema da delineação de um senhor da profecção é muito complicado para se escrever num blog. Eu planejo fazer finalmente um curso de astrologia natal até o meio do ano. Interessados devem já ter um background em astrologia horária, sem o qual a pessoa não sabe realmente fazer astrologia tradicional.

A direção do ascendente profectado.

Há duas coisas diferentes aqui: o ascendente profectado e a direção do ascendente profectado.

O ascendente, desde os gregos, se profecta por signo inteiro. Ele não “anda”, ele “salta”. Se hoje está em Touro, ano que vem estará em gêmeos.

Os árabes fizeram uma adição ao conceito. A partir do ascendente natal, se pega esse mesmo grau no signo profectado (no caso 21 de virgem), e se dirige esse grau simbolicamente à velocidade de 1 grau a casa 12 dias e pouco, assim em um ano andará 30 graus.

Não confunda a direção com a profecção! O regente da profecção não muda durante o ano!

A direção do ascendente profectado deve ser considerada como uma técnica AUXILIAR para ajudar a descobrir, no Retorno Solar, quais as datas aproximadas de quando os eventos prometidos se cumprirão!

Por exemplo, se marte em oposição ao ascendente é interpretado como “acidentes”, quando o ascendente profectado entrar nos termos de marte, ou fazer aspecto ao marte do Retorno, esse seria uma data de ativação do potencial. Para verificar esse potencial, o Retorno Lunar deveria ser considerado.

Meu conselho

Meu conselho sobre seu caso particular é “desencane”. Voce provavelmente está lendo seu RS errado. Uma característica de todo iniciante é abrir o mapa do RS e enxergar tragédias sobre tragédias. Abra todos os seus Retornos solares nesses 22 anos de vida e verá quantos retornos trágicos você teve. Agora abra seus retornos lunares e verá quantos centenas de Retornos Lunares horríveis você escapou incólume.

Depois disso, se não mudou sua opinião, apenas assuma que algo ruim vai acontecer e se prepare! Se se sente mal, vá ao médico. Não abuse. Não encha a cara. Não faça como o Rodolfo, saltando de muros, etc. Deixe seus problemas resolvidos, etc.

Ab

Artigos Relacionados


Anúncios