Bolha Imobiliária

Posted on 6 de abril de 2011

9



Primeiro um aviso: estarei viajando até 23 abril com acesso limitado à Internet. Se quiser me mandar emails, perguntas, etc, é bem vindo, mas a resposta provavelmente só virá depois de voltar para casa.

Esse artigo também é curtinho, pela falta de tempo. Tenho que preparar tudo para a viagem ainda.

Bolhas imobiliárias tem uma longa história, bem destrutiva. Ao contrário das especulações ridículas que se vê na bolsa (oh, o mundo vai acabar, a bolsa caiu 5 milhoes de pontos) e que na prática pouco afetam a vida das pessoas comuns, as bolhas imobiliárias se arrastam por tempos enormes e tem consequências muito graves, sociais e econômicas.

Uma grande quantidade do capital existente no país é transferido para essa área, e a criação de empregos (principalmente para as pessoas de baixa renda), gera consumo, que gera impostos, que gera mais especulação… e uma enorme quantidade de dinheiro que foi investida nisso (treinamentos, reformas, construções) simplesmente desaparece no ar de um dia para outro criando enorme dificuldade para o povo.

Cada bolha se cria por seus próprios motivos. Nos Estados Unidos foi a crise do subprime, na Espanha foi porque os turistas de países ricos como Noruega e Alemanha estavam construindo suas casas de praia para a aposentadoria. Brasil está oficialmente dentro de uma bolha, e todos os que ganham dinheiro com ela estão alegremente soprando. O blog o pequeno investidor tem uma série de artigos falando sobre os perigos das bolhas imobiliárias.

Vou tentar aqui dar uma olhada na astrologia mundana e ver se achamos dicas de quando a bolha pode estourar.

A bolha dos EUA

abaixo está o mapa dos EUA anterior a sua grande conjunção de 2000.



Nesse mapa vemos que a casa 4, das construções e imóveis,  tem Júpiter bem na cúspide, em sextil a venus (senhora da casa 4) exaltada. No entanto vênus está sendo afligida por um mercúrio em queda (senhor da casa 5 – dinheiro dos imóveis) e há um saturno na casa 4. Saturno não é do tipo que aceita uma bolha por muito tempo.

Quando esses fatores voltarem a se unir, a bolha explode.

E aqui está o ingresso solar anterior a grande crise de 2007-2008.

Nesse ingresso, saturno, que estava na casa 4, e odiava bolhas, agora rege a casa 4. Ele está oposto a um marte (que “fura” a bolha?) na casa 5 dos ganhos imobiliários. O trígono com júpiter provavelmente só ajudou a crise a demorar um pouco mais para aparecer, porque ele não parece ter realmente ajudado muito…

Na carta abaixo, vemos a GC para o Brasil…

Note que o regente da casa 4 é mercúrio em queda, mas conjunto exaltada venus e sextil júpiter, uma configuração similar. O senhor da 5a é a lua, oposta ao sol.

Nao tenho minimamente o tempo para fazer uma investigação mais profunda, mas sem fazer promessas, acho que um momento adequado seria em 2013:

Nesse ano vemos que a lua, apesar de estar em seu signo, está fraca por cadência. Ela regia a casa 5 e agora rege a 4. Ela sofre uma quadratura do sol (repetindo o aspecto) e de marte (novamente o “furador de bolhas”?). A lua também está em contato com mercúrio, senhor da casa 4. Mas agora ele não está mais com venus, e sim com uma quadratura estranha com Júpiter. Existe recepcao, mas é sempre imprevisível dois planetas em recepçao que estão mutualmente exilados. Ela também está aspectando a saturno do “fim da farra”, e esses dois planetas também estão em signos inimigos um do outro!

Há muitos outros fatores a analisar, por exemplo nem olhamos a carta do Brasil, mas no momento nao tenho tempo entao fica apenas o exercício.

Anúncios