Noites planetárias não existem

Posted on 3 de agosto de 2011

12


Como eu já falei uma outra vez, a internet nos possibilita uma nova era de conhecimento incompreensível apenas 20 anos atrás. Mas ela também permite a circulação ampla e irrestrita de besteiras. Como as fezes são pouco densas, elas flutuam e se espalham facilmente pela internet.

Isso não é um fenômeno restrito à astrologia, obviamente. Pegue qualquer reportagem de jornal e achará pelo menos uma informação totalmente errada, inventada ou grosseiramente mentirosa.  Mas na astrologia e outros campos, como Feng Shui, estamos muito mais vulneráveis a qualquer picareta que queira inventar uma nova bobagem. O pior é que a maioria deles não sabem que são picaretas. Eles se acham gênios, inovadores e incompreendidos.

Por isso não é surpreendente que, nos últimos tempos, inventaram as “noites planetárias” . Toda vez que as pessoas começam a conhecer um novo conceito, os “inovadores” aparecem e começam a inventar besteira, naquela mescla de ignorância, arrogância e preguiça.

Por isso esse artigo, para proteger os iniciantes, já que várias pessoas já me perguntaram sobre esse conceito falso, de que existe uma “noite planetária”.

Dia planetário

Os dias planetários seguem a seguinte ordem – Domingo – Sol, Segunda – Lua, Terça – marte, quarta-mercúrio, quinta- júpiter, sexta-venus, sábado – saturno. Os dias planetários começam ao nascer do sol de cada dia até o nascer do próximo dia. Assim, entre o nascer do sol da terça feira e o nascer do sol da quarta feira, o dia pertence a marte.

A “nova teoria” é que alem do dia planetário, também existe uma “noite planetária”. Isso não existe. A astrologia chinesa, hindu e ocidental, todas dividem os dias da semana entre os planetas. Em nenhuma delas existe uma “noite”. O conceito de dia aqui se refere ao período de 24 horas, e não ao período diurno, como os picaretas apressados entenderam.

Novamente, para reforçar: olhe na astrologia hindu e em todos os livros antigos e em absolutamente NENHUM, existe o conceito de que, numa terça feira a noite, o dia passaria de marte para uma “noite” teoricamente regida por saturno.

Vamos mostrar abaixo como a “novidade” alem de ser uma falta de compreensão de um ponto tão simples, ainda é contrária à filosofia maior original.

Cada um dos dias planetários é dividido em horas planetárias. A partir do nascer do sol, se dividem as horas planetárias. Note que a essência do processo é que as horas são subdivisões dos dias, determinadas a partir do dia, e não o dia determinado a partir das horas. A primeira hora pertence ao planeta que rege o dia. A primeira hora a partir do amanhecer de terça feira é dada a marte. Depois vêm as horas do sol, venus, mercúrio, lua, etc. Essa ordem é chamada de ordem caldeicda.

A ordem caldeica é uma ordem fixa, do planeta mais lento ao mais rápido,  saturno-júpiter-marte-sol-venus-mercurio-lua. Por exemplo, no dia da lua, a primeira hora é da Lua, a segunda é de SAturno, a terceira é de Júpiter, e assim por diante.

Assim, olhando a terça feira como exemplo, a primeira hora seria marte, a quarta seria de mercúrio, a décima segunda seria lua, e a primeira hora da noite (décima terceira do dia) seria saturno. Você pode baixar diversos programas para calcular a hora planetária, como o Chronos , ou pode olhar no site Lunarium ou Astrolabe:

Nossos amigos picaretas declararam que, como a primeira hora da noite é saturno, Saturno domina a noite. Como nossos amigos picaretas não estudaram suficientemente o conceito, eles concluíram que a palavra “dia” se referia ao período diurno, e que a origem era a partir da hora!

Vamos fazer uma analogia com outras subdivisões: o ano é subdividido em meses, e os meses em dias. Os dias não determinam os meses, e sim os meses determinam os dias. Por isso que os meses podem ter 28, 29, 30 ou 31 dias, eles que tem que se encaixar nos meses, e não o contrario.

Eu espero que esse artigo ajude a matar o mal pela raiz, antes que se espalhe, como na vez que os gênios descobriram que a profecção foi inventada por Lilly a partir do tarot!

Nota: abraço aos alunos da nova Turma Regulus, espero que estejam se divertindo e se conhecendo!

Nota 2: abraços a Lu, Cynthia, Elizabeth e todos os outros que deram seu feedback e sugestões de melhora e correções

Artigos Relacionados