Exigir demais

Posted on 27 de janeiro de 2014

2


rainbow

O astrólogo ingles John Frawley diz que os maiores erros dos astrólogos são erros de lógica, de raciocínio, e não de técnica.

Concordo plenamente. Os maiores absurdos que já vi raramente são causados por diferenças técnicas (apesar de também frequentemente encontrarmos os picaretas que não sabem nem os princípios básicos mas querem abrir cursos de “astrologia tradicional”ou “astrologia grega” a partir de coisas que roubaram da internet). então o blog de hoje é sobre uma das áreas mais mal tratadas da astrologia, a astrologia eletiva e o erro de “exigir demais” dela, exigindo coisas que ela nunca disse que ia entregar.

Astrologia Eletiva.

A astrologia eletiva é a parte da astrologia que escolhe bons momentos para você começar as coisas. De um casamento a entrar na academia, a astrologia eletiva escolhe um momento para começar as coisas com o pé direito. O princípio básico da astrologia eletiva é a ideia de ciclos. A cada momento temos uma série de ciclos astrológicos comecando e acabando, e devemos conectar nossas vidas ao ciclo correto. Do mesmo jeito que não vamos a praia no inverno, e nem vamos para balada durante o dia, cada momento sob o céu tem uma energia adequada para certas coisas, e incorreta para outras.

A astrologia eletiva é a mais importante ferramenta de toda a astrologia Ué, por que? A astrologia horária, apesar de frequentemente ser usada por pessoas que querem bisbilhotar a vida alheia, só serve para tomarmos decisão. Nao adianta muito querer “saber o futuro”quando a pessoa na verdade não quer fazer nada a respeito.

A astrologia natal, por definição, é a menos útil de todas. Sim, todo estudante de astrologia adora e acha que é o pináculo do campo, mas na verdade é uma área fraca e pouco útil. A utilidade da astrologia natal é achar os momentos em que os planetas estão ativados, e portanto organizar nossos planos de longo prazo, como ter filhos ou casar. Já a astrologia eletiva é a única que não é uma ferramenta de diagnóstico, é um agente ativo, um remédio contra o cruel destino. Nao podemos alterar a realidade, mas podemos conectar cada um dos nossos pequenos movimentos em sincronia com o universo.

No entanto, pela falta de compreensão do que é a astrologia eletiva, é a forma da arte menos usada por astrólogos e clientes!

O erro de exigir demais.

Sendo a astrologia eletiva a mais importante de todas ferramentas pode parecer estranho que ela seja então exigida demais, considerando que os astrólogos raramente a usam! Na astrologia eletiva chinesa e hindu, por motivos culturais, as pessoas tem uma abordagem pragmática e simples para a eletiva. Elas querem bons momentos para assinar contratos Elas querem bons momentos para casar ou para mudar de casa Elas querem bons momentos para que o filho inicie a escola ou faca uma cerimonia religiosa E o ocidental, ele não quer as mesmas coisas? Nao. O ocidental raramente usa a astrologia eletiva para qualquer coisa prática. Para negócios nem pensar, pois para “coisas importantes” ninguém realmente acredita que astrologia funcione! Para bobagenzinhas está bem, mas na hora que a coisa aperta todo mundo tem medo. E nas poucas ocasiões que o ocidental realmente quer usar, a primeira coisa que ele quer saber é se “tem garantia” de que vai dar certo. Note que no oriente, ninguém acha que simplesmente vai poder ficar sentado e a eletiva vai fazer o trabalho duro. A eletiva é apenas MAIS UM elemento no caminho.

Deus ajuda quem se ajuda.

o homem queria muito um desejo, então fez uma promessa a Deus. Se o desejo fosse concedido ele ia parar de comer carne, ia doar metade do dinheiro para a caridade e ia subir a escadaria da Igreja de joelhos. Uma semana depois o desejo dele se cumpriu de maneira milagrosa, ele levantou as mãos em direção ao céu e disse: “ufa, senhor, não se preocupe com aquele meu pedido não, ele já se realizou sozinho”

Moral da historia. Se a eletiva der errado é porque deu errado, não porque a pessoa não fez sua parte. Se deu certo, então foi pelo seu próprio esforço. Outro exemplo. Eu tenho no braço uma fitinha do senhor do Bonfim Uma pessoa me perguntou se funcionava. Eu disse que sim, pois no começo do ano eu fiz o desejo de perder peso, e ate agora eu já perdi uns 10 kilos. Dai a pessoa falou “mas você está fazendo ginástica todo dia, então não vale!” Moral da história 2: no ocidente, a concepção é que qualquer método “estotérico”só funciona se você não fizer absolutamente nada. Se você teve que fazer ginástica, entao não vale. Para dizer que fitinha do senhor do Bonfim “funcionou” é preciso que os anjos desçam e transformem meus pneuzinhos em músculos pelo poder do espírito santo.

A astrologia não é supernatural

Ela é apenas natural. Apesar de ser um conhecimento metafísico, ela só age no nosso mundo material, de causa-e-efeito.

Várias vezes já vi pessoas elegendo momentos para pedir alguém em casamento e reclamando que não funcionou.  Ora, se você quer pedir em casamento uma pessoa que recusa, você está fazendo algo errado na sua vida! Eletiva não é vodu de Vampire Diaries, pra mudar a cabeça dos outros. Se o fosse, todo astrólogo estaria com um(a) supermodel nos braços.

Outro exemplo de erro grosseiro. Astrólogo “elege” momento para ganhar na loteria, e fica surpreso que não ganha, procurando motivos de “por que errou”. Qual é a probabilidade de alguém ganhar na loteria? Mais ou menos (falando de memória) igual a probabilidade de você ser atingido seis vezes por um raio. E isso apenas no caminho até a casa lotérica!

Mesmo um astrólogo tradicional bem mais sério está convencido de que o resultado de um processo judicial é decidido como se fosse uma horária. Ou seja, o caso terá um resultado positivo ou negativo dependendo exclusivamente da hora em que você o apresentar. Se isso for verdade, eu quero apresentar um processo que me coloque como presidente, ou pelo menos dono da casa da moeda!

A astrologia eletiva não é um feitiço rimado de Charmed ou Vampire Diaries. Felizmente Hollywood nunca fez uma série sobre astrólogos, mas os astrólogos acham que magia e astrologia deveria funcionar como em Hollywood.

Alguns Conselhos básicos

Nao tente o absurdo – do mesmo jeito que você não escolheria um momento para levitar, nao perca tempo escolhendo um momento para ganhar na loteria.

Saiba o que está elegendo – Quando você elege um bom momento para uma viagem de avião, você não está garantindo que o avião nao vai cair, e sim que, em 99,99% dos casos, a viagem será mais agradável

Tudo é relativo – os resultados de uma eletiva sempre serão relativos à realidade da situaçao. Nao peça um casamento feliz se você quis casar com um traficante com ataques de raiva. Nao queira que o seu processo judicial seja aceito se é ridículo e não tem fortes bases legais.

Deus ajuda a quem se ajuda – Escolher um momento para mandar currículo vale a pena? Geralmente não. Escolher momento para parar de fumar? Pode até ajudar, mas para todas essas coisas normalmente vale o conselho: comece agora!

 

Anúncios
Posted in: Eletiva