Glossário

Alchocoden – é o planeta que numa carta natal determina a expectativa de vida do nativo, uma estimativa de quantos anos de saúde ele terá. Nao serve para dizer quando uma pessoa morrerá.

Algol – uma estrela fixa. Sua posiçao é 26 de touro. Muito maléfica e com o simbolismo de perder a cabeça, seja literal ou figurativamente.

Almuten – uma técnica para determinar o planeta “vencedor” (do árabe al-muttazz). O almuten é calculado através do seguinte cálculo das dignidades essenciais – 5 pontos para o regente do domicílio, 4 para o senhor da exaltaçao, 3 para o senhor da triplicidade, 2 para termos e 1 para o regente da face.  Geralmente o almuten é calculado a partir de mais de um elemento da carta astral.

Ascendente – Signo que está nascendo no momento em que se faz uma carta astral. O início da casa 1.

Antiscia – reflexao de um ponto no zodíaco pelo eixo de cancer-capricórnio. Por exemplo, 1 grau de cancer é refletido e aparece em 29 de Gemeos. 5 de Leao está refletido em 25 de Touro. A antiscia é um dos aspectos esquecidos pela astrologia moderna.

Anareta – planeta que tem a simbologia da morte no mapa astral.

Animodar – técnica para se retificar o ascendente a partir da lua nova ou cheia anterior ao nascimento

Apheta – planetas que se “movem”, os únicos planetas que podem ser progredidos num mapa natal (sol, lua, ascendente, MC, parte da fortuna e hyleg, além de outras partes arábicas).

Aversao – aversao é quando o planeta está em um signo que nao enxerga o seu próprio domicílio por um aspecto de signo inteiro. Esses sao os signos que sao contados na posiçao 2, 6, 8 e 12 a partir do signo onde o planeta está. Por exemplo, Júpiter em Capricórnio enxerga o seu domícilio de peixes (Capricornio 1, Aquário 2, e Peixes é o terceiro signo a partir de CApricórnio), mas nao enxerga o seu domicílio de Sagitário (12o signo a partir de SAgitário). A aversao tem simbologia de afastamento, de polêmica, ou de dificuldade.

Benéficos – Venus e Júpiter sao benéficos naturais. Os planetas que estao em casas benéficas sao considerados “benéficos acidentais”. O sol pode ser benéfico por trígono ou sextil. A lua é benéfica em geral, mas sua condiçao deve ser razoável.

Bonatti – astrólogo italiano da renascença, ajudou a difundir a astrologia arábica de volta ao ocidente. Ajudou generais italianos a usar a astrologia para vencer batalhas.

Cabeça do Dragao – o nodo norte da Lua. Ele aumenta as coisas que toca. Os nodos nao fazem aspectos.

Cadente – um planeta cadente é aquele que está em casas cadentes (3, 6, 9 e 12). Na tradiçao é costume usar a palavra “cadente do ascendente” querendo dizer na verdade que o planeta estava em aversao ao ascendente.

Cauda do Dragao – o nodo sul da Lua. Ele diminui as coisas que toca. Os nodos nao fazem aspectos.

Combustao – quando um planeta está a mais ou menos 8 graus do sol, ele está invisível, pois quando nao pode ser visto nem antes do amanhecer nem depois do anoitecer. Um planeta combusto tem a simbologia de fraqueza, morte ou invisibilidade.

Debilidade acidental – um planeta estar combusto, cadente, ou aflito pelos maléficos.

Debilidade essencial – um planeta estar no seu signo de queda ou exílio.

Dignidade Essencial – quando um planeta está em uma de suas regências, como domicilio, exaltaçao, etc. O planeta em dignidade essencial representa algo que é  mais honesto, bem comportado ou que segue as suas próprias regras.

Dignidade acidental – um planeta que está em posiçoes no mapa que representam força ou potência.

Dispositor – um planeta em um signo tem como dispositores os regentes desse signo. Por exemplo, se a lua está em áries, tem como dispositor a marte.

Diurno – os planetas diurnos sao o sol, júpiter e saturno.

Domicílio – o signo onde o planeta tem sua “regência” principal. A lua rege câncer, Mercúrio rege virgem, Júpiter rege peixes, etc. Os luminares (sol e lua) regem um signo cada um. Os outros planetas tem dois domicilios, um diurno e outro noturno. A idéia de que os planetas Urano, Netuno e Plutao “tomaram” as regencias antigas é totalmente sem sentido. Esses corpos, e os asteróides, etc, nao tem regência.

Eclipse – quando o sol e lua formam uma conjunçao ou oposiçao, e os dois tem zero latitude. Isso acontece quando esses planetas estao conjuntos aos nodos lunares.

Eletiva – técnicas para se escolher o melhor momento para se iniciar um empreendimento.

Epiciclo – parte da teoria de Ptolomeu do movimento dos planetas em órbitas geocêntricas. Era um micro movimento em círculo dentro do círculo maior.

Exílio – o signo contrário ao domicílio de um planeta – Por exemplo, os domicilios de Venus sao Touro e Libra. O signo opostos sao Escorpiao e Áries, e esses signos sao o exílio de Venus.

Firdaria – cada período da vida é regido por uma combinaçao de dois planetas – um planeta é o senhor da firdaria e o outro da sub-firdaria (uma divisao menor do período). A firdaria dá uma “cor” para um período, e muitas vezes indica as áreas mais afetadas da vida.

Horária – técnica que responde perguntas concretas e objetivas através da sincronicidade entre pergunta e cosmos. Nao deve ser usada para perguntas triviais, problemas menores, metafísicos, ou problemas que sao área de outras disciplinas (por exemplo, perguntas sobre eleiçoes e política só podem ser feitas quando o querente se importa pessoalmente com o tema).

Hyleg – doador da vida. Planeta que melhor representa a saúde e vitalidade num mapa.

Kármica – nao existe o conceito de “karma” em astrologia, é um conceito importado do oriente e que sofreu uma pasteurizaçao. Mistura picareta de conceitos inventados de auto-ajuda com reencarnaçao e espiritismo. O iniciante deve fugir desse tipo de picaretagens. Nenhum desses conceitos nunca existiu na astrologia ocidental por milhares de anos, surgindo com o advento do flower power.

Luminares – o sol e a lua sao os luminares. O sol é o luminar diurno e a lua o luminar noturno. Os luminares representam a vida, a alma e o corpo e sao como “faróis” do mapa astral.

Magia astrológica – parte da astrologia que usa os poderes dos planetas e estrelas para realizar atos de magia.

Maléficos – marte e saturno sao maléficos naturais. Planetas em casas maléficas ou que estao em queda ou exílio sao maléficos acidentais.

Mundana – parte da astrologia que estuda os países, povos, desastres naturais e as forças históricas.

Nodos – os nodos sao os pontos onde a lua cruza a eclíptica (ou seja, onde a lua tem latitude zero). Há dois nodos, o norte e o sul. Eles tem movimento retrógrado e determinam os eclipses solares e lunares.

Noturno – os planetas noturnos sao lua, venus e marte.

Partes arábicas – sao pontos imaginários no zodíaco, criados a partir da distancia entre dois planetas, e depois essa distancia é projetada no ascendente. Apesar de chamadas de “arábicas”, as originais sao gregas. Elas falam de temas específicos, como pai, mae, irmaos, doenças, e a mais famosa delas é a parte da fortuna.

Parte da Fortuna – alguns idiotas estao chamando de “Roda da Fortuna”. Isso é amadorismo, pois a Roda é a carta do tarot. A parte da fortuna é uma das partes arábicas mais famosas. Fala sobre temas de dinheiro, sorte em geral, corpo físico e sucesso na vida.

Planetas – planetas significa “estrelas vagantes”, o que as difere das estrelas fixas. Há 7 planetas por definiçao: o sol, a lua, mercúrio, venus, marte, Júpiter e saturno. A astronomia redefiniu posteriormente a definiçao de “planeta” e portanto algumas pessoas estranham quando chamamos o sol e a lua de planetas. Enquanto os astrônomos podem fazer o que quiserem com as planetas, a definiçao original é a astrológica. Do mesmo jeito, nao tem sentido chamar Urano, Netuno, Plutao (e outras pedras que aparecem, como Eris) como planetas, porque esses planetas nao sao visíveis da Terra.

Ptolomeu – astrólogo grego e matemático. Seu livro mais conhecido é o Tetrabiblos. Era um reformista e seu trabalho nao deve ser considerado como representativo da astrologia dos gregos.

Profecçao – o movimento simbólico dos pontos aféticos com a velocidade de um signo por ano.

Queda – o signo contrário ao signo da exaltaçao de um planeta – POr exemplo, a exaltaçao de marte é capricórnio. A queda de marte será no signo oposto, Cancer.

Recepçao – quando um planeta A aspecta um planeta B, a partir do signo de B, entao B recebe A. Por exemplo, se a lua está em áries, e ela aspecta marte (marte rege a áries), entao marte recebe a lua.

Retificaçao – quando uma pessoa nao tem o horário correto de nascimento, ela pode usar técnicas para se achar esse horário. O iniciante em astrologia deve tomar extremo cuidado pois esse é um dos serviços que picaretas adoram vender, mas nao tem a menor idéia de como realizar.

Retorno Solar – Carta feita para o momento em que o sol retorno ao grau em que estava no nascimento. Chamada na tradiçao de “renovaçao” ou “trânsitos”, é também conhecida como revoluçao solar.

Sect ou séquito – há dois séquitos: o diurno e o noturno. Planetas diurnos tem mais poder em cartas diurnas, e os noturnos em cartas noturnas.

Termos – cada signo é dividido em 5 partes desiguais, cada uma para um planeta (menos os luminares). A ordem dos termos é complexa e necessita-se uma tabela. Sua origem é desconhecida.

Triplicidade – As triplicidades se referem aos elementos (fogo, água, ar e terra). Cada triplicidade tem 3 planetas que sao os regentes dessa triplicidade.

Valens – astrólogo grego, um dos nomes mais importantes do século II antes de cristo.

William Lilly – astrólogo inglês, escreveu um dos livros mais famosos da Horária – “astrologia Crista”

Anúncios
Be the first to start a conversation

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: